Sobre tufões e borboletas

Imagem

Ela está no balanço feito de pneu velho carinhosamente montado pelo seu avô em uma mangueira a poucos metros de sua casa, sente o cheiro das frutas logo acima da sua cabeça, inclina o corpo e as observa. Sua fruta preferida, estão quase maduras! Balança mais alto e a cada movimento, a cada respirar, sente mais intensamente o perfume doce e o sabor da vida.

Observa sua casa, a rua distante, o rio logo abaixo e alguns carros, pequenos pontos ao sul. Continua a balançar, agora com os olhos fechados, sente o vento e o aroma em um momento de total introspecção. Consegue sentir o ar penetrar em cada ponto do seu corpo, pela primeira vez, todo o corpo faz sentido e como se ocorrece um lapso no tempo, abre os olhos e vê tudo cinza. O balanço vai a toda a velocidade e ela não consegue controlá-lo, percebe que ele se desprendeu da árvore e está a metros do chão. O movimento não é mais de um pêndulo e sim circular.

Assutada, percebe que sua casa e os carros também giram na mesma parede circular invisível de vento, estão no centro de um tufão. A velocidade do vento, torna seus pensamentos e sentidos confusos, mas o seu corpo, assim como sua respiração permanecem intactos. Pânico, teme não descer novamente, teme que o vento pare e que seja arremessada, teme o fim. Observa sua casa se desfazendo, os carros já não estão mais ali.

Seu coração está disparado, fecha os olhos e abre novamente. Vê millhares de borboletas voando intactas a influência do furacão. Como elas conseguem? Movimentos sincronizados de subida e descida. Borboletas roxas.

De repente, se percebe no meio delas, não, se percebe como uma delas. O medo sumiu e o vento se torna agradável. O voar é um prazer. Se afasta do grupo e voa, para onde seu coração manda. Enfrenta novos tufões, mas agora eles não lhe causarão mais medo.

Anúncios

Sobre Liliane Ramos

Liliane Ramos - Psicóloga Social, Psicoterapeuta Humanista e Facilitadora de Grupos. Feminista, amante de filosofia, literatura, cinema, chocolate e gatos. Graduada em Psicologia pela UFMG e curso de formação em Psicoterapia Centrada no Cliente em andamento pelo Instituto Humanista de Psicoterapia. Ver todos os artigos de Liliane Ramos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: